Adentrando Skyrim

post_skyrim_horns

Comecei Skyrim na semana retrasada.

Ela é uma “dunmer”, elfa negra, personagem que considerei alienígena na medida certa para se equivaler ao meu nível de conhecimento sobre Elder Scrolls (nulo). O volume de lore para um não-iniciado é aterrorizador, e digo isso por experiência própria; eu desconsiderei com certo desdém a necessidade de me prevenir contra spoilers por se tratar de um jogo sandbox, então me lancei em um wiki para ler alguma coisa sobre o contexto de Skyrim. Três wikis depois, continuo ignorante e intimidada. Foi assim que decidi imaginar minha personagem: ela é uma forasteira viajante e solitária que não faz a menor ideia do que está acontecendo no continente – exatamente como eu me senti, já nos primeiros 5 minutos de jogo.

A sequência inicial eu já havia presenciado nos vídeos alheios, então Alayne faz o tipo resignada. Ela pode ou não ter culpa de seus atos, mas a sensação que tem é a de que tudo acontece com ela – de execuções a dragões. Mais um dia qualquer nessa vida de ladra.

1 Comentário Comentar

  1. Se possível/tiver interesse, dê uma olhada no Fallout: New Vegas. Ele segue um estilo similar a Skyrim, mas com uma narrativa mais focada e bem acabada.

    Reply

Leave a Comment

Campos obrigatórios estão marcados *.