Aço negro

Tricky_mp3h1992

.

Recebi uma carta do governo outro dia
Abri e li, lá dizia que eles eram otários
Eles me queriam pro exército ou algo assim
Imagine eu dando a mínima, nem pensar

Aqui está uma terra que nunca deu a mínima
Para um irmão como eu, porque eles nunca se ligaram
Eu não tava dentro, mas naquele exato minuto
Me ocorreu que os otários tinham autoridade

Suando frio enquanto encano na minha cela, já faz quanto tempo?
Eles me prenderam no curral estatal
Tenho que cair fora, mas já pensei isso tantas vezes
Contemplei um plano no chão da cela

Não sou um fugitivo em fuga
Mas um irmão como eu se torna mais um
Inimigo público servindo tempo, eles marcaram o limite
Eles me criticaram por algum crime

De qualquer forma, eles não entendem que sou um homem negro
E nunca poderia ser um veterano
Na força, a situação é fora da realidade
Recebi um acordo bruto, então estou à procura do aço
Procurando pelo aço

— Black Steel

Leave a Comment

Campos obrigatórios estão marcados *.